No rescaldo da queda do Muro de Berlim, conscientes da necessidade de aproximar os diversos espaços europeus e de redefinir a educação histórica, representantes de várias Associações nacionais e regionais (entre elas a Associação Portuguesa de Professores de História - APH e a Asociación Española del Profesorado de Historia y Geografia – AEPHG) reúnem-se em Leewarden, na Holanda, e inspirados na antiga musa fundam a EUROCLIO, Conferência Permanente de Associações de Professores de História.

Desde então tem a EUROCLIO promovido um número crescente de atividades - conferências e seminários, cursos de formação inicial e contínua, projetos de desenvolvimento curricular, de uso de novas tecnologias, produção de manuais, guiões para Professores, consultoria - em parceria com o Conselho da Europa, a UNESCO, a União Europeia, diversas autoridades educacionais, Institutos de investigação, Editoras, Fundações, entre outras. Junto destas instituições tem exercido a sua influência, tendente a promover uma participação crescente de especialistas da educação em eventos internacionais, consciente de que a partilha se traduz no enriquecimento destes profissionais e no reforço da qualidade da educação histórica.

Atualmente, a EUROCLIO constitui uma rede que integra 70 Associações de Professores de História, Institutos e Fundações, as quais representam cerca de 60 000 educadores e investigadores de 45 países.

Dando cumprimento aos objetivos inscritos nos seus Estatutos, a EUROCLIO promove frequentemente ações de atualização e formação de Professores cofinanciadas pelo Conselho da Europa e pela União Europeia, sendo para isso concedidas bolsas de participação.

Os objetivos da EUROCLIO são, entre outros, os seguintes:

  • defender e promover o ensino da História como elemento essencial da formação da juventude;
  • reforçar a liberdade intelectual dos professores na Europa;
  • promover a dimensão europeia na educação e no ensino da História nos Estados membros, sem esquecer as dimensões global, nacional e regional;
  • encorajar o desenvolvimento de uma profunda consciência europeia para o ensino da História;
  • estudar o papel da Europa nas suas relações com o resto do mundo;
  • difundir informação sobre o ensino da História e sobre todas as atividades de carácter científico e pedagógico promovidas pelas Associações de todos os Estados membros.

A Assembleia Geral da EUROCLIO reúne uma vez por ano.

Para mais informações, consulte o site EUROCLIO


voltar ao topo