Com este tema pretende-se:
Potenciar a experimentação de técnicas, instrumentos e formas de trabalho diversificados.
Promover intencionalmente, na sala de aula ou fora dela, atividades de observação.
Questionar realidades próximas e mais distantes numa ótica de integração de saberes.

 

O PATRIMÓNIO MATERIAL / IMÓVEL E O EXERCÍCIO DO PODER LOCAL

Pesquisar e recolher informação sobre o edifício da Câmara Municipal do município onde se situa a Escola. Exemplo: se foi construído de raiz para exercer essa função, quando foi construído, que funções administrativas albergava/alberga, etc.

No caso de a Câmara Municipal ocupar um edifício que teve funções distintas, por exemplo, um convento, uma residência de família nobre, ou outra, pesquisar os seus diversos usos e as transformações verificadas ao longo do tempo.

Se existiu outro edifício (entretanto desaparecido ou não) onde se instalou, noutras épocas (medieval ou moderna, por exemplo), o poder local, pesquisar sobre a sua localização e história em fontes escritas, cartográficas e/ou outras.

Produzir sínteses/textos/apresentações (em trabalho de pares ou de grupo) que descrevam e expliquem as mudanças e permanências verificadas nos elementos patrimoniais analisados, de forma a divulgá-los aos colegas e à comunidade educativa em geral, sensibilizando para a sua valorização.

LINKS

Direção geral do património – DGPC: http://www.patrimoniocultural.gov.pt/pt/

 

O PATRIMÓNIO IMATERIAL, ENTRE O LOCAL E O GLOBAL, DAS BOTICAS DE MOSTEIROS E CONVENTOS À FARMÁCIA CONTEMPORÂNEA

Pesquisar tradições existentes na região relativas ao uso de plantas com funções medicinais, nomeadamente através da realização de entrevistas a membros mais velhos da comunidade – história oral.

Pesquisar, em fontes diversas, informação sobre plantas de uso medicinal, de produção local ou importadas, no passado e no presente, prestando especial atenção às influências externas, nomeadamente após o início do período da expansão.

Organizar e realizar visitas de estudo a espaços conventuais e suas cercas, a museus (ex.: Museus da Farmácia, em Lisboa e no Porto), a explorações agrícolas de plantas medicinais, a farmácias, a ervanárias a laboratórios, etc., de preferência na região onde a escola se insere, para observação direta e articulação de conhecimentos.

Produzir sínteses/textos/apresentações (em trabalho de pares ou de grupo), nos quais se estabeleçam relações entre os aspetos da cultura imaterial e material selecionados, interpretando as mudanças e permanências verificadas, de forma a divulgá-los aos colegas e à comunidade educativa em geral, sensibilizando para a sua valorização.

LINKS

Direção geral do património – DGPC: http://www.patrimoniocultural.gov.pt/pt/

 

LINKS GERAIS

Cartas e Convenções: http://www.culturanorte.gov.pt/pt/documentos-e-multimedia/cartas-e-convencoes/

Cartas e Convenções Internacionais sobre Património: http://www.patrimoniocultural.gov.pt/pt/patrimonio/cartas-e-convencoes-internacionais-sobre-patrimonio/

Convenção do Património Mundial: http://www2.icnf.pt/portal/pn/biodiversidade/ei/convencao-patrimonio-mundial

Convenção para a Proteção do Património Mundial, Cultural e Natural: http://www.ministeriopublico.pt/instrumento/convencao-para-proteccao-do-patrimonio-mundial-cultural-e-natural-0

Convenção para a salvaguarda do Património Cutural Imaterial: https://www.unescoportugal.mne.pt/pt/temas/proteger-o-nosso-patrimonio-e-promover-a-criatividade/patrimonio-cultural-imaterial

Diretrizes Operativas para a Aplicação da Convenção para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial: https://www.unescoportugal.mne.pt/images/cultura/diretrizesoperativaspci_pt_2018_4.pdf

Lei de Património de D. João V – Lei pela qual D. João V proibia a destruição de edifícios, que mostrassem ser antigos, de estátuas ou de medalhas: Alvara-de-Lei-de-1721-de-D-Joao-V-que-outorga-a-Academia-Real-da-Historia-Portuguesa-converted

https://digitarq.arquivos.pt/viewer?id=4628676

Lei do Património Cultural Português (pdf em anexo) – Lei n.o 107/2001: https://dre.pt/pesquisa/-/search/629790/details/maximized

Património cultural. conceitos e critérios fundamentais: http://istpress.tecnico.ulisboa.pt/files/E-book-patrimonio.pdf

Património imaterial: http://www.patrimoniocultural.gov.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imaterial/

Património imóvel: http://www.patrimoniocultural.gov.pt/pt/patrimonio/patrimonio-imovel/

Património móvel: http://www.patrimoniocultural.gov.pt/pt/patrimonio/patrimonio-movel/

Património mundial: http://www.patrimoniocultural.gov.pt/pt//

 

Espaços com História

A Botica do Real Convento de Thomar: http://www.boticaconvento.ipt.pt/pt/a_cura_nos_conventos/

Acervo vegetal da botica do Mosteiro de Alcobaça: https://dspace.uevora.pt/rdpc/bitstream/10174/19492/1/Acervo%20vegetal%20da%20botica%20do%20Mosteiro%20de%20Alcoba%C3%A7a%20%E2%80%93%20Espa%C3%A7o%2C%20proveni%C3%AAncias%20e%20uso%20%E2%80%93%20notas%20preliminares.pdf

A enfermaria do Mosteiro de S. Martinho de Tibães nos séculos XVIII e XIX: http://www.actafarmaceuticaportuguesa.com/index.php/afp/article/view/92

Assembleia da República. De mosteiro a parlamento: http://app.parlamento.pt/Programas/videos/eh-de-mosteiro-a-parlamento-legendado.mp4

Átrio principal do Palácio de São Bento: https://app.parlamento.pt/programas/videos/eh-atrio-principal.mp4

Biblioteca parlamentar: https://app.parlamento.pt/programas/videos/pp-bibliotecaparlamentar.mp4

Explorar o Museu da Farmácia (Lisboa e Porto): https://www.museudafarmacia.pt/pagina.aspx?id=12

Museu da Farmácia – visita guiada (RTP): https://www.rtp.pt/play/p2366/e250653/visita-guiada

 

Património Imaterial Português:

Arte chocalheira (património imaterial da humanidade desde dezembro de 2015):

Arte chocalheira – UNESCO: http://patrimonioculturalimaterial.org/pagina,10,139.aspx

Fábrica de Chocalhos Pardalinho e a distinção da arte chocalheira como Património da Humanidade: https://www.youtube.com/watch?v=2J3GHsRSymM&t=401s

Fabrico do chocalho nas Alcáçovas: https://www.youtube.com/watch?v=5Ss-OMRWkmc

Bonecos de Santo Aleixo ou de Estremoz (património imaterial da humanidade desde dezembro de 2017):

Bonecos de Santo Aleixo Cendrev: https://www.youtube.com/watch?v=hzgvf4JkGV4

Bonecos de Santo Aleixo – UNESCO: http://patrimonioculturalimaterial.org/pagina,10,181.aspx

Mestre Rolo: https://www.youtube.com/watch?v=Z83fCkvurFs

Museu da Marioneta (Lisboa): https://www.museudamarioneta.pt/pt/coleccoes/marionetas/portugal/bonecos-de-santo-aleixo/

Santo Aleixo, Monforte: http://www.santoaleixo.net/bonecos-santo-aleixo/

Cante alentejano (património imaterial da humanidade desde novembro de 2014):

Cante Alentejano – UNESCO: http://patrimonioculturalimaterial.org/pagina,10,111.aspx

Cante Alentejano – Millenium Stage: https://www.youtube.com/watch?v=KqCQ7Kxof00

Cante Alentejano, polyphonic singing from Alentejo: https://www.youtube.com/watch?v=_Pn53uSYwOM

De onde vem e para onde vai o Cante Alentejano: https://www.publico.pt/2016/05/02/culturaipsilon/noticia/de-onde-vem-e-para-onde-vai-o-cante-alentejano-1730507

UNESCO elege cante alentejano com o Património Imaterial da Humanidade: https://observador.pt/2014/11/27/unesco-elege-cante-alentejano-como-patrimonio-imaterial-da-humanidade/

Caretos de Podence (património imaterial da humanidade desde dezembro de 2019):

Caretos de Podence – Candidatura a Património Cultural Imaterial da Humanidade – UNESCO: https://www.youtube.com/watch?v=IjBVCSaTTEE

Caretos: de Podence para a Humanidade: https://www.noticiasmagazine.pt/2020/caretos-de-podence-para-a-humanidade/historias/246228/

Dieta mediterrânica – candidatura transnacional subscrita por sete estados com culturas mediterrânicas: Portugal, Chipre, Croácia, Grécia, Espanha, Itália e Marrocos (património imaterial da humanidade desde dezembro de 2013):

Dieta mediterrânica: http://dietamediterranica.net/

Dieta mediterrânica. O que é?: https://www.apn.org.pt/documentos/ebooks/Ebook_Dieta_Mediterranica.pdf

Dieta Mediterrânica- Património Cultural Imaterial da Humanidade: https://www.youtube.com/watch?v=YhSDA3OU6og

Dieta mediterrânica – UNESCO: http://patrimonioculturalimaterial.org/pagina,10,108.aspx

Fado (património imaterial da humanidade desde dezembro de 2011):

Fado – UNESCO: http://patrimonioculturalimaterial.org/pagina,10,139.aspx

Fado – Património Cultural Imaterial da Humanidade UNESCO: https://www.youtube.com/watch?v=8GAZN4BE2O4

Falcoaria (património imaterial da humanidade desde dezembro de 2016):

Falcoaria portuguesa – UNESCO: http://patrimonioculturalimaterial.org/pagina,10,127.aspx

Falcoaria património imaterial da humanidade: https://www.youtube.com/watch?v=KZjRe4V7WuA

Falcoaria real de Salvaterra: https://www.falcoariareal.pt/

Olaria negra de Bisalhães (património imaterial da humanidade desde novembro de 2016):

Olaria negra de Bisalhães – UNESCO: http://patrimonioculturalimaterial.org/pagina,10,158.aspx

Olaria negra de Bisalhães – Património da humanidade: https://www.youtube.com/watch?v=Ekw3Dv2tvQs

 

A APH - Associação de Professores de História é uma associação científico‑pedagógica de professores de História de todos os ciclos e graus de ensino.

Contactos Gerais

Telefone

(+351) 217 647 201

Telemóvel

(+351) 964 952 357

Email

secretariado@aph.pt