CONGRESSO ANUAL APH 2022: Processos de (des)industrialização, da euforia ao desencanto

FAMALICÃO: Auditório da Fundação Cupertino de Miranda.
Outubro 28, 29 e 30
Registo de acreditação CCPFC/ACC-114554/22 (18 horas)

FAMALICÃO: Auditório da Fundação Cupertino de Miranda.
Outubro 28, 29 e 30
Registo de acreditação CCPFC/ACC-114554/22 (18 horas)

Conferências da Comissão Portuguesa de História Militar

Ao abrigo da parceria estabelecida entre a APH e a Comissão Portuguesa de História Militar, procedemos à seguinte divulgação:

Ao abrigo da parceria estabelecida entre a APH e a Comissão Portuguesa de História Militar, procedemos à seguinte divulgação:

Ensino do Holocausto: pedagogia e didática do trauma

Ação Nº: 3/2022-2023 Turma: 1
Modalidade: Presencial Local: FLUP (a confirmar) Número de horas: 25 h
Formador: Luís Alberto Marques Alves. Esta acão contará com a colaboração de Karl Schurster do Grupo de Investigación T&P da Universidad de Vigo
Datas: Dezembro de 2022 – dias 2 e 9 das 18h às 21h / dias 3 e 10 das 9h às 13h e das 14.30h às 18.30h / dia 16 das 18.30h às 21.30h
Registo de acreditação: CCPFC/ACC-115483/22
Custo da ação: associados: 85€; não associados: 115€
Prazo de inscrição: 25 de novembro de 2022
Número máximo de inscritos: 25

Ação Nº: 3/2022-2023 Turma: 1
Modalidade: Presencial Local: FLUP (a confirmar) Número de horas: 25 h
Formador: Luís Alberto Marques Alves. Esta acão contará com a colaboração de Karl Schurster do Grupo de Investigación T&P da Universidad de Vigo
Datas: Dezembro de 2022 – dias 2 e 9 das 18h às 21h / dias 3 e 10 das 9h às 13h e das 14.30h às 18.30h / dia 16 das 18.30h às 21.30h
Registo de acreditação: CCPFC/ACC-115483/22
Custo da ação: associados: 85€; não associados: 115€
Prazo de inscrição: 25 de novembro de 2022
Número máximo de inscritos: 25

Síntese histórica religiosa: dos séculos XIX a XXI

Ação Nº: 2/2022-2023 Turma: 1
Modalidade: Curso / Online Número de horas: 25 h
Formador: Paulo Mendes Pinto
Datas: Novembro de 2022 – dias 11, 12, 18, 19 e 25 (dias 11, 18 e 25 das 18h às 22h / dias 12 e 19 das 14h às 18h) – Sessões síncronas
Registo de acreditação: CCPFC/ACC-114277/22
Custo da ação: associados: 85€; não associados: 115€
Prazo de inscrição: 7 de novembro de 2022
Número máximo de inscritos: 15

Ação Nº: 2/2022-2023 Turma: 1
Modalidade: Curso / Online Número de horas: 25 h
Formador: Paulo Mendes Pinto
Datas: Novembro de 2022 – dias 11, 12, 18, 19 e 25 (dias 11, 18 e 25 das 18h às 22h / dias 12 e 19 das 14h às 18h) – Sessões síncronas
Registo de acreditação: CCPFC/ACC-114277/22
Custo da ação: associados: 85€; não associados: 115€
Prazo de inscrição: 7 de novembro de 2022
Número máximo de inscritos: 15

Habilitação profissional para a docência – licenciatura em Educação Básica

Posição da Associação de Professores de História para a reunião negocial sobre o projeto de despacho do Regime jurídico de habilitação profissional para a docência, a realizar-se no dia 26 de agosto, sexta-feira.
Parecer da FENPROF, resultante da reunião negocial.

Posição da Associação de Professores de História para a reunião negocial sobre o projeto de despacho do Regime jurídico de habilitação profissional para a docência, a realizar-se no dia 26 de agosto, sexta-feira.
Parecer da FENPROF, resultante da reunião negocial.

Concurso História Militar e Juventude – 2022

“História Militar e Juventude” é um concurso promovido pela Associação de Professores de História (APH) e pela Comissão Portuguesa de História Militar (CPHM). É dirigido às crianças e jovens entre os 10 e 19 anos que frequentem o 2º ciclo, 3º ciclo e secundário (regular e profissional) e tem por objetivo fomentar o gosto pela História Militar de Portugal.

“História Militar e Juventude” é um concurso promovido pela Associação de Professores de História (APH) e pela Comissão Portuguesa de História Militar (CPHM). É dirigido às crianças e jovens entre os 10 e 19 anos que frequentem o 2º ciclo, 3º ciclo e secundário (regular e profissional) e tem por objetivo fomentar o gosto pela História Militar de Portugal.

Olimpíadas de História: vencedores 2021 / 2022

As Olimpíadas da História são uma iniciativa da Associação de Professores de História (APH), em parceria com o CITCEM-FLUP. O professor Armando Oliveira da Comissão Diretiva Regional do Norte é o dinamizador da iniciativa. Com a sua aplicação pretende-se que os jovens reconheçam a importância do estudo da História para o desenvolvimento de competências analíticas que proporcionem leituras informadas e críticas do tempo presente.

As Olimpíadas da História são uma iniciativa da Associação de Professores de História (APH), em parceria com o CITCEM-FLUP. O professor Armando Oliveira da Comissão Diretiva Regional do Norte é o dinamizador da iniciativa. Com a sua aplicação pretende-se que os jovens reconheçam a importância do estudo da História para o desenvolvimento de competências analíticas que proporcionem leituras informadas e críticas do tempo presente.

DIVULGAÇÃO | IV Congreso: La Historia Moderna y la Enseñanza Secundaria. Experiencias iberoamericanas en red.

DIVULGAÇÃO
SEVILHA, 20, 21 e 22 DE OUTUBRO DE 2022
Dirigido a Professores do Ensino Secundário, Pessoal Docente e Investigador das Universidades (História Moderna, Didática das Ciências Sociais, etc.), Estudantes de História, Geografia, História da Arte e Humanidades. O Congresso conta com a colaboração de diversas associações científicas e docentes, entre as quais se conta a APH.

DIVULGAÇÃO
SEVILHA, 20, 21 e 22 DE OUTUBRO DE 2022
Dirigido a Professores do Ensino Secundário, Pessoal Docente e Investigador das Universidades (História Moderna, Didática das Ciências Sociais, etc.), Estudantes de História, Geografia, História da Arte e Humanidades. O Congresso conta com a colaboração de diversas associações científicas e docentes, entre as quais se conta a APH.

XV Convocatória do Concurso de História para Jovens Eustory “Trabalho e Crise”

O trabalho, entendido como uma ocupação remunerada, é de extrema importância nas nossas vidas: assegura a nossa existência, criando valor e riqueza. Mas significa muito mais: reconhecimento e estatuto social e, habitualmente, as metas que fixamos na vida relacionam-se com o mundo laboral. Quando se perde o trabalho, em tempos difíceis como o atual, muitas pessoas ficam fora do mercado de trabalho, passam por graves dificuldades financeiras e pressão social, sentindo que já não são elementos válidos para a sociedade.

O trabalho, entendido como uma ocupação remunerada, é de extrema importância nas nossas vidas: assegura a nossa existência, criando valor e riqueza. Mas significa muito mais: reconhecimento e estatuto social e, habitualmente, as metas que fixamos na vida relacionam-se com o mundo laboral. Quando se perde o trabalho, em tempos difíceis como o atual, muitas pessoas ficam fora do mercado de trabalho, passam por graves dificuldades financeiras e pressão social, sentindo que já não são elementos válidos para a sociedade.

Atualização de dados dos associados da APH (1981-2019)

Celebrando os 40 anos da criação da Associação, a APH deseja atualizar a base de dados dos seus associados, incluindo os menos recentes.
Ofereça alguns minutos à APH como presente de aniversário e atualize os seus dados!

Celebrando os 40 anos da criação da Associação, a APH deseja atualizar a base de dados dos seus associados, incluindo os menos recentes.
Ofereça alguns minutos à APH como presente de aniversário e atualize os seus dados!

3

Vale a pena ser sócio da APH?

Os associados da APH têm acesso a conteúdos exclusivos do site e possuem prioridade na inscrição e descontos em atividades promovidas pela APH e pelos seus parceiros.

Notícias

UZBEQUISTÃO – Na Rota da Seda

5 a 15 de Abril de 2023
Durante muito tempo esquecido dos mais concorridos roteiros turísticos, o Uzbequistão manteve-se ao longo dos tempos fiel às suas raízes históricas e culturais, mantendo todo o encanto e autenticidade para quem o visita.
A sua arquitetura de inspiração muçulmana reflete a riqueza que teve na Idade Média, quando o país era o centro da longa Rota da Seda, sabendo renovar-se e modernizar-se ao longo dos tempos. De Tashkent a Samarkanda, de Bukhara a Khiva, encontramos palácios, mesquitas, mausoléus e outros monumentos que nos remetem para os sonhos das mil e uma noites, sendo sem dúvida Samarkanda a cidade que mais se destaca como cidade-museu, ainda com algumas reminiscências dos tempos em que foi uma das grandes cidades da Rota da Seda.

Mais informações

Atividades

UZBEQUISTÃO – Na Rota da Seda

5 a 15 de Abril de 2023
Durante muito tempo esquecido dos mais concorridos roteiros turísticos, o Uzbequistão manteve-se ao longo dos tempos fiel às suas raízes históricas e culturais, mantendo todo o encanto e autenticidade para quem o visita.
A sua arquitetura de inspiração muçulmana reflete a riqueza que teve na Idade Média, quando o país era o centro da longa Rota da Seda, sabendo renovar-se e modernizar-se ao longo dos tempos. De Tashkent a Samarkanda, de Bukhara a Khiva, encontramos palácios, mesquitas, mausoléus e outros monumentos que nos remetem para os sonhos das mil e uma noites, sendo sem dúvida Samarkanda a cidade que mais se destaca como cidade-museu, ainda com algumas reminiscências dos tempos em que foi uma das grandes cidades da Rota da Seda.

Mais informações

Gosto desta História! Ensinar história com estratégias de aprendizagem ativa

Ação Nº: 1/2022-2023 Turma: 1
Modalidade: Curso / Online Número de horas: 25 h
Formador: Armando Oliveira
Datas: 24 de setembro de 2022/ 8 e 22 de outubro de 2022 (das 10 às 12h) / 12 de novembro de 2022 (das 10 às 13h) – Sessões síncronas
Registo de acreditação: CCPFC/ACC-114431/22
Custo da ação: associados: 85€; não associados: 115€
Prazo de inscrição: 19 de setembro de 2022
Número máximo de inscritos: 15

Mais informações

APH nos Media

A APH - Associação de Professores de História é uma associação científico‑pedagógica de professores de História de todos os ciclos e graus de ensino.

Contactos Gerais

Telefone

(+351) 217 647 201

Telemóvel

(+351) 964 952 357

Email

secretariado@aph.pt